Restituição do Imposto de Renda 2022: como funciona e quem tem direito?

Restituição do Imposto de Renda 2022: como funciona e quem tem direito?

O prazo para a Declaração do Imposto de Renda 2022 encerrou nesta semana, dia 31 de maio, e agora, a grande dúvida é: como funciona a Restituição do Imposto de Renda?

A entrega da Declaração do IR iniciou no dia 7 de março e teve seu prazo prorrogado de 29 de abril, inicialmente, à 31 de maio.

Mesmo que o prazo mesmo tenha se encerrado, a liberação do pagamento do primeiro lote da restituição do Imposto de Renda 2022 iniciou já no dia 31 de maio.

Continue a leitura e compreenda como funciona a restituição do imposto de renda e quem tem direito a ela.

Afinal, como funciona a Restituição do IR 2022?

Conforme foi possível compreender, iniciou na última terça-feira, 31 de maio, a liberação do pagamento do primeiro lote da restituição do Imposto de Renda de 2022.

Dentro deste lote, são contemplados mais de 3 milhões de contribuintes com repasse de R$ 6,3 bilhões. 

Afinal, como funciona a Restituição do Imposto de Renda 2022?

Primeiramente, estar informado sobre as questões que envolvem o IR é fundamental para que você compreenda todos os seus direitos e busque os benefícios disponíveis.

Em resumo, a restituição do IR refere-se ao valor devolvido da diferença do imposto pago, ou seja, do valor real do imposto, sendo esta quantia restituída ao seu próprio bolso.

Além de estar informado, também é essencial estar organizado para o momento da declaração, afinal, quanto antes o candidato declarar o seu imposto de renda, mais cedo ele poderá receber a sua restituição.

Confira aqui algumas dicas que separamos para você se organizar para o próximo processo de Declaração do Imposto de Renda em 2023.

O que é a restituição você já compreendeu, certo?

Agora, vamos falar sobre como o processo funciona. Confira alguns exemplos de quem pode receber esse valor:

  • Contribuintes que já pagaram o IR durante o ano na forma do Imposto retido na fonte;
  • Contribuintes que tiveram a renda afetada devido ao pagamento obrigatório de pensão alimentícia;
  • Contribuintes que tiveram a renda afetada pela obrigatoriedade de pagamento de despesas com despesas médicas ou educação;
  • Contribuintes que incluíram dependentes na declaração do IRPF (cada dependente dá direito ao abatimento de R$ 2.275,08.

Além disso, a restituição funciona de maneira automática, com o valor diretamente enviado para a conta indicada pelo contribuinte no processo de declaração.

Contudo, o pagamento da restituição segue um calendário, priorizando grupos como idosos e professores para, em seguida, realizar o pagamento na ordem de entrega da declaração do IRPF.

Como saber quando você irá receber a restituição?

Primeiramente, é importante ressaltar que: nem todas as pessoas que declararam o Imposto de Renda tem direito à sua restituição.

Isso porque, para que ela ocorra, é fundamental que o contribuinte tenha pago um valor excedente ao verdadeiro, como também tenha realizado o processo de declaração de maneira correta e de acordo com a legislação.

Se você possui dúvidas sobre o seu direito de receber a restituição, é possível realizar uma consulta rápida através do site da própria Receita Federal do Brasil.

Confira o passo-a-passo:

  1. Acesse o site da Receita Federal na área de consulta restituições IRPF através do endereço disponível aqui;
  2. Você deverá preencher as informações cruciais para que a restituição seja fornecida:
  • Informar os onze dígitos do Cadastro de Pessoa Física (CPF);
  • Selecionar o ano de consulta da restituição (é possível consultar desde 1999 até o ano atual);
  • Informar a data de nascimento;
  • Digitar o código exibido na imagem a fim de comprovar que você não é um sistema automatizado e sim, uma pessoa;
  1. Ao preencher as informações, você clica no botão “consultar” e recebe a listagem para a consulta sobre a restituição do imposto de renda, já publicada pela Receita Federal.

É possível receber o pagamento através de PIX?

Uma grande novidade para a restituição do IRPF 2022 é a possibilidade de usar o Pix para receber o crédito em conta.

Contudo, isso não significa que o pagamento será mais ágil, porém, serve para facilitar o processo para os contribuintes e diminuir os eventuais erros de preenchimento dos dados bancários, por exemplo.

Também é possível utilizar o método de pagamento instantâneo para o pagamento das DARFs (Documentos de Arrecadação de Receitas Federais).

Para que o pagamento seja recebido dessas maneiras, é essencial que a solicitação tenha sido feita no momento da Declaração do IR.

Através da assessoria e orientação de profissionais capacitados para o processo, é possível garantir a sua realização plena, bem como, contar com o suporte necessário para reconhecer os seus direitos.

A Hábil Assessoria e Contabilidade, através de seu trabalho, já solicita os dados necessários para incluir as informações que a Receita Federal necessita para organizar a restituição do Imposto de Renda 2022.

Além disso, também orienta os seus clientes sobre os prazos dispostos de acordo com o calendário da própria receita.

Lembrando que a própria Receita Federal define quem terá direito à restituição do IRPF, de acordo com sua legislação e diretrizes.

Conte com a Hábil para o crescimento da sua empresa, confira nossos serviços disponíveis aqui.

Deixar uma resposta

Controle sua Privacidade

Nosso site usa cookies para melhorar a navegação. Ao continuar navegando neste site você declara estar cientes dos termos abaixo:
Política de privacidade – Termos de Uso